Prefeito de Toronto admite ter comprado drogas

É a primeira vez que Ford admitiu ter comprado drogas ilícitas

Toronto – O prefeito de Toronto, Rob Ford, admitiu nesta quarta-feira durante um acalorado debate municipal que comprou drogas nos últimos anos, mas acrescentou não ser viciado, nem alcoólatra.

Após a surpreendente declaração de Ford, que aconteceu quando um dos vereadores durante uma assembleia municipal perguntou diretamente se tinha comprado narcóticos, a polícia de Toronto disse que investigará o caso para determinar se o prefeito cometeu um crime.

A revelação aconteceu quando o vereador Denzil Minnan-Wong, antigo aliado do prefeito, e que pediu que abandonasse temporariamente o cargo, perguntou se Ford tinha comprado drogas nos dois últimos anos.

Após uma longa pausa, e depois que alguém o advertisse “cuidado”, Ford respondeu: “Sim, comprei”.

É a primeira vez que Ford admitiu ter comprado drogas ilícitas.

Na semana passada Ford admitiu que tinha fumado “crack” depois que o chefe da polícia de Toronto, Bill Blair, confirmasse a existência de um vídeo no qual o prefeito se droga, como tinha publicado em maio deste ano o periódico “The Toronto Star”.

Ford disse então que tinha fumado “crack” quando estava “totalmente bêbado”.

Desde que Ford se tornou prefeito de Toronto em 2010 várias informações revelaram seus problemas com álcool. Hoje Ford disse não ser alcoólatra e que “todo o mundo comete erros” para justificar sua recusa em renunciar.

“Talvez não tão graves como meus erros. Mas todo o mundo comete erros”, reforçou Ford.

O conselho municipal de Toronto debate nesta quarta-feira várias moções sobre o escândalo.

Uma das moções aprovadas solicita ao prefeito que abandone temporariamente o cargo, se desculpe com a cidade por mentir repetidamente e colabore com a polícia.

Por várias vezes o prefeito disse lamentar o que aconteceu, mas que seus “erros” aconteceram em sua vida privada e que não voltará a repeti-los.