Prefeito de NY quer lei contra fumo em prédios residenciais

Caso a regulamentação seja adotada, os novos habitantes deverão receber por escrito informações sobre "se têm direito de fumar em seu apartamento"

Nova York – O prefeito de Nova York anunciou nesta quarta-feira um projeto de regulamentação do uso do tabaco nos prédios residenciais.

O projeto exige que as autoridades ou os proprietários dos edifícios informem aos novos proprietários ou inquilinos sobre a política de combate ao fumo antes da assinatura de um contrato.

Caso a regulamentação seja adotada, os novos habitantes deverão receber por escrito informações sobre “se têm direito de fumar em seu apartamento, nas varandas, nos corredores ou terraços”, segundo o comunicado da prefeitura.

“Fumar mata e as pessoas têm direito de saber se vão ficar expostas indiretamente ao tabaco”, declarou o prefeito em um comunicado.

Esta lei “não proibirá fumar nos prédios residenciais, mas permitirá que os nova-iorquinos escolham se querem viver em um ambiente sem tabaco”, acrescentou Bloomberg, um ex-fumante que desde sua chegada à prefeitura em 2002 realiza uma campanha antitabaco sem precedentes.

O número de fumantes atingiu um recorde histórico em Nova York, onde 14% dos habitantes se diz consumidor de tabaco.

O município de Nova York aumentou várias vezes os impostos sobre o tabaco até o maço ter um dos preços mais altos dos Estados Unidos. É proibido fumar em bares, restaurantes, praias e parques da cidade.