Prefeito de Nova York manda desocupar áreas baixas da cidade

Passagem do furação Irene pelos EUA colocou a cidade em estado de alerta; serviços de metrô e trânsito serão interrompidos no fim de semana

São Paulo – O prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, ordenou hoje que a população desocupe as regiões mais baixas da cidade de Nova York antes da passagem do furacão Irene. Segundo o prefeito afirmou em uma coletiva de imprensa, cerca de 250 mil pessoas devem deixar áreas de risco antes das 16 horas de hoje.

“Nunca fizemos uma evacuação antes, e não estaríamos fazendo se não achássemos que esta tempestade tem potencial para ser muito grave”, disse o prefeito.

Segundo Bloomberg, o sistema de transito e o metrô em Nova York, New Jersey e em parte da Philadelphia serão interrompidos por causa do furacão. De acordo com informações do jornal norte-americano New York Times, a decisão de fechar o metrô foi tomada porque os ventos provocados pelo furacão podem danificar os vagões nos trechos em que o trem circula na superfície.

A circulação de ônibus e metrô em Nova York e demais regiões deve ser interrompida por volta do meio dia de amanhã.

Durante a coletiva, o prefeito Bloomberg deu orientações à população da cidade para cuidados quando o furacão Irene se aproximar. “Se vocês forem para as partes mais baixas da cidade, tomem cuidado”, disse ele. Segundo a prefeitura, as chuvas previstas para o fim de semana serão acima da capacidade de escoamento da cidade.

“Nós vamos suspender os sistemas e serviços de estacionamentos na rua. Não deixem seus carros parados na rua nas partes mais baixas da cidade. Estacionem em locais altos para evitar que seus carros sejam danificados”, alertou o prefeito.

Bloomberg também recomendou aos nova-iorquinos que fiquem longe dos parques no fim de semana. “Se for possível, fiquem em suas casas no domingo. Seria muito bom se pudéssemos acordar na segunda-feira e saber que não houve nenhuma tragédia”, disse o prefeito.