Prédio anexo ao Senado da Argentina é esvaziado por pacote suspeito

Incidente ocorre poucos dias antes do início da Cúpula do G20 em Buenos Aires

Buenos Aires – Funcionários que trabalham em um prédio anexo ao Senado da Argentina, em Buenos Aires, foram obrigados a deixar o local nesta terça-feira depois de a segurança ter encontrado um pacote suspeito dentro do imóvel.

O alerta foi acionado, segundo fontes ouvidas pela Agência Efe, depois do pacote ter sido encontrado no banheiro da biblioteca do prédio, no primeiro andar, em uma área de acesso público.

A Polícia e o Esquadrão Antibomba foram chamados ao local. Todo o edifício, que fica a poucos metros do prédio principal do Senado e do Congresso da Argentina, foi completamente esvaziado.

Os agentes seguem no local para descobrir o que ocorreu.

O incidente ocorre poucos dias antes do início da Cúpula do G20 em Buenos Aires. O evento está marcado para os próximos dias 30 de novembro e 1º de dezembro na capital argentina.

Na semana passada, uma bomba caseira explodiu no cemitério da Recoleta, um dos principais pontos turísticos de Buenos Aires. Um suspeito foi preso pela Polícia da Argentina.

Além disso, dois homens foram detidos pelas forças de segurança locais por suspeita de envolvimento com o grupo Hezbollah.