Preços de moradias sobem 0,6% em setembro nos EUA

Aumento foi menor do que o esperado por analistas; em relação ao mês anterior houve recuo de 0,7%

Os preços das moradias nas 20 maiores áreas metropolitanas dos Estados Unidos subiram 0,6% em setembro, na comparação com o mesmo mês do ano passado, segundo a pesquisa S&P/Case-Shiller, divulgada hoje. A previsão dos analistas era de um avanço de 1 0%. Nas 10 maiores áreas metropolitanas do país, a alta nos preços foi de 1,6%.

Na comparação com agosto, os preços das moradias em 20 cidades recuaram 0,7%, enquanto em 10 cidades caíram 0,5%. Ajustados por fatores sazonais, o índice para 20 cidades teve queda de 0,8% e o para 10 cidades recuou 0,7%.

Em setembro, os preços caíram em relação a agosto em todas as áreas metropolitanas abrangidas pelo índice, exceto em Washington, onde os preços subiram 0,3%, e Las Vegas, que registrou alta de 0,1%. A maior queda mensal ocorreu em Cleveland, onde os preços recuaram 3%, e Minneapolis, com baixa de 2,1%.

A pesquisa S&P/Case-Shiller também divulgou os preços do terceiro trimestre, com base nos preços médios do período. O índice nacional de preços de moradias registrou uma retração de 1,5% em relação ao mesmo intervalo do ano passado.

Na comparação com o segundo trimestre, o recuo foi de 2%. Dados recentes sugerem que potenciais compradores de moradias estão esperando antes de tomar a decisão, em meio à queda nos preços, ao aumento na taxa de desemprego e aos receios sobre problemas na execução de hipotecas. As informações são da Dow Jones.