Portugal prevê queda de 2,3% do PIB em 2011 e 1,7% em 2012

Segundo o ministro das Finanças, recessão deve acabar só em 2013

Lisboa – A economia de Portugal deverá encolher 2,3% este ano e 1,7% em 2012, com uma recuperação vindo apenas em 2013, informou o ministro das Finanças, Vitor Gaspar, nesta quinta-feira.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) e a União Europeia, que ofereceram ajuda financeira a Portugal no início deste ano, baseou seu resgate em previsões de uma retração de 2,2% em 2011 e 1,8% em 2012.

“A recuperação econômica ocorrerá apenas em 2013”, disse Gaspar em coletiva de imprensa.

O governo espera que a demanda doméstica encolha 5,8% este ano e 4,1% em 2012.

As exportações, um motor crucial para o crescimento, deverão aumentar 6,7% e 5,6%, enquanto as importações devem cair 4,8% e 1,3%.

O desemprego deverá atingir 12,5% este ano e 13,2% em 2012.

Mais cedo esta semana, o banco central tinha previsto que a economia deveria encolher 2% em 2011 e 1,8% no ano que vem.