Poroshenko anuncia que decretará cessar-fogo unilateral

Presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko anunciou que decretará um cessar-fogo unilateral como parte do plano de paz para as regiões de Donetsk e Lugansk

Kiev – O presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, anunciou nesta quarta-feira que decretará um cessar-fogo unilateral como parte do plano de paz para as regiões de Donetsk e Lugansk, onde as tropas do governo combatem as milícias pró-russas.

“O plano (de paz) começará com minha ordem de cessar-fogo unilateral”, disse o líder ucraniano em entrevista à imprensa.

Ele indicou que o prazo de validade do cessar-fogo será breve e que durante esse período as formações armadas ilegais deverão depor as armas e aqueles que desejarem poderão deixar o país.

O presidente ucraniano não informou quando ordenará a suspensão das ações militares à tropa, e ainda disse seu plano de paz deverá “receber o apoio de todos os participantes dos eventos” no sudeste do país.

O anúncio de Poroshenko foi feito horas depois de ter um telefonema com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, em que foi discutida a possibilidade de um cessar-fogo na zona do conflito.

“Os presidentes da Ucrânia e Rússia conversaram sobre uma série de medidas prioritárias que são necessárias para conseguir um cessar-fogo estável e abordaram a vias mais eficaz sob sua supervisão”, declarou o porta-voz do chefe de Estado ucraniano, Sviatoslav Tsegolko.

Em Moscou, o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, confirmou que os dois presidentes “tocaram no assunto de um possível cessar-fogo na área de combates no sudeste da Ucrânia” e debateram assuntos relativos às relações bilaterais.