População carcerária na Inglaterra e Gales atinge recorde de presos

O número de presos chegou a 86.821 devido ao envio de centenas de pessoas para a prisão pelo envolvimento nos distúrbios ocorridos no país entre 8 e 10 de agosto

Londres – A população carcerária na Inglaterra e Gales alcançou nesta sexta-feira um recorde de 86.821 presos devido aos tribunais britânicos, que continuam enviando centenas de pessoas para a prisão pelo envolvimento nos distúrbios ocorridos no país entre 8 e 10 de agosto, informou nesta sexta-feira o Ministério da Justiça.

Pela terceira semana consecutiva, a população penitenciária deste país atingiu um número recorde perante o elevado número de novos presos que estiveram envolvidos em diversos delitos durante a onda de violência nas ruas registrada neste país.

O Ministério da Justiça também indicou que a velocidade com o fim desta população carcerária está aumentando após os distúrbios parece ter desacelerado, com um aumento de 167 presos nesta semana frente os 723 da passada.

O Governo britânico assegurou que haverá suficientes celas e vagas nas prisões para qualquer pessoa sentenciada como resultado da violência e os saques cometidos e acrescentou que conta com “medidas de contingência”.

Quase 1,5 mil pessoas já foram processadas por delitos cometidos durante a onda de violência. O secretário de Estado de Prisões, Crispin Blunt, declarou nesta sexta-feira que se trata de uma situação “excepcional” e “sem precedentes”.

“O que temos que fazer é assegurar-nos que há vagas nas prisões e continuaremos procedendo desta maneira sem importar quantas pessoas são enviadas à prisão”, assinalou.