Policial acusado de planejar canibalismo é julgado em NY

O processo, que começou com a escolha do júri, deverá ser complicado devido à natureza dos supostos crimes cometidos por Gilberto Valle

Nova York – Um policial de Nova York acusado de planejar o sequestro de mulheres com a intenção de comer sua carne começou a ser julgado nesta sexta-feira por um tribunal federal de Manhattan.

O processo, que começou com a escolha do júri, deverá ser complicado devido à natureza dos supostos crimes cometidos por Gilberto Valle, de 28 anos, e à dificuldade para encontrar jurados imparciais.

Valle, um oficial do departamento da Polícia de Nova York, é acusado de planejar o sequestro e de acessar a base de dados da polícia em busca de vítimas.

Segundo a Promotoria, Valle elaborou sofisticados planos para drogar as mulheres que seriam assadas e devoradas.

Valle se declarou inocente e seus advogados sustentam que o plano não passou de uma fantasia sexual. Nenhuma mulher chegou a ser ferida por Valle, apesar de os investigadores terem revelado que seus planos, discutidos em sites especializados em fetichismo canibal, foram muito além de uma mera fantasia.

Valle, que aspirava ser promovido a sargento, está detido na prisão de segurança máxima de Manhattan.

Se for condenado por planejar os sequestros, poderá ser condenado à prisão perpétua.