Polícia prende suspeito de envolvimento em pacotes-bomba nos EUA

Prisão foi realizada no sul da Flórida, onde as investigações estavam concentradas, e confirmada pelas autoridades dos Estados Unidos

A polícia dos Estados Unidos prendeu agora pouco um homem suspeito de estar envolvido no caso dos pacotes-bomba que estão assustando o país. A informação foi divulgada pela agência de notícias Associated Press, repercutida pela rede de notícias CNN e confirmada pelo Departamento de Justiça do país.

Ele foi agora pouco identificado como sendo Cesar Sayoc, de 56 anos.

Segundo a CNN, a prisão foi realizada no sul do estado da Flórida, onde autoridades já conduziam investigações sobre os incidentes. Uma a autoridade, que falou sob condição de anonimato com a Reuters, disse que a prisão aconteceu no estacionamento de uma loja de peças para automóveis em Plantation.

Relembre os casos

Desde segunda-feira, diversas figuras públicas e políticas dos Estados Unidos foram alvo de pacotes explosivos que foram enviados pelos correios.

Todos os pacotes foram interceptados pela polícia antes que chegassem às mãos dos destinatários. Entre os nomes afetados estão o ex-presidente Barack Obama, a ex-secretária de Estado Hillary Clinton, o ator Robert De Niro e o megainvestidor George Soros, entre outros.

Ainda não se sabe a motivação por trás dos atos, mas a polícia considera a hipótese de que a mesma seja de cunho político. Os nomes que estavam na mira dos envios são conhecidos críticos da gestão republicana de Donald Trump.