Polícia mata 4 supostos terroristas em tiroteio na Catalunha

As autoridades informaram que os 4 supostos membros da célula terrorista teriam usado um veículo para atropelar e ferir seis pessoas em Cambrils

Barcelona – A polícia do governo regional da Catalunha matou na noite desta quinta-feira pelo menos quatro supostos terroristas no município de Cambrils, na província de Tarragona, na Espanha, durante uma operação relacionada com um novo atentado após o ataque ocorrido em Barcelona, informaram à Agência Efe fontes ligadas à investigação.

As autoridades catalãs informaram que os quatro supostos membros da célula terrorista usaram um veículo para atropelar várias pessoas no centro de Cambrils, das quais seis ficaram feridas, uma delas em estado grave.

Após o atentado, a polícia catalã interceptou os terroristas no carro em que circulavam pela orla marítima, em uma rotunda próxima ao clube náutico da cidade, onde aparentemente o veículo tombou.

Quando os terroristas tentavam escapar do veículo começou um tiroteio em que quatro deles foram mortos e um quinto ficou ferido.

Este quinto membro da célula terrorista tentou fugir, mas acabou sendo detido pela polícia.

Segundo fontes policiais, os terroristas levavam coletes de explosivos presos ao corpo.

O incidente provocou o pânico entre as pessoas que ainda estavam na via pública nesta localidade turística, que começaram a correr e se refugiaram em bares ou estabelecimentos que encontravam-se abertos.

Os policiais instalaram então um amplo perímetro de segurança nas ruas de Cambrils e fecharam ao tráfego muitas das vias próximas ao local do tiroteio.

No início da madrugada deram a situação por controlada, mas ainda mantêm o dispositivo policial ativo e seguem recomendando precaução aos moradores.

Este incidente aconteceu horas depois que outro terrorista matou 13 pessoas e deixou quase 100 feridos após usar uma van para atropelar os pedestres que passeavam por Las Ramblas, o calçadão turístico de Barcelona.

As autoridades catalãs agora investigam a possível relação entre o atentado de Barcelona e o cometido pelos terroristas abatidos em Cambrils, bem como com a explosão registrada em uma casa na localidade de Alcanar na madrugada passada.