Polícia investiga possível suicídio de ministro japonês

As causas de sua morte ainda são desconhecidas e ainda será realizada uma autópsia

Tóquio – O ministro japonês de Reforma Postal e responsável pela Agência de Serviços Financeiros, Tadahiro Matsushita, de 73 anos, foi encontrado nesta segunda-feira morto em seu apartamento em Tóquio, informou à Agência Efe um porta-voz da polícia, que investiga a hipótese do suicídio.

As causas de sua morte ainda são desconhecidas e ainda será realizada uma autópsia. Matsushita participaria hoje de uma reunião da Agência de Serviços Financeiros, organismo estatal encarregado de supervisionar as ações do setor bancário e da bolsa.

De acordo com a televisão pública ”NHK”, pouco antes do encontro o ministro informou que não poderia participar do compromisso. A polícia não descarta a possibilidade de suicídio.

Matsushita, cuja última aparição pública ocorreu na sexta-feira passada em entrevista coletiva, ocupava os cargos desde junho. Ele também foi vice-ministro para a Reconstrução do Nordeste do Japão (zona assolada pelo terremoto de 2011) e vice-ministro de Economia, Comércio e Indústria.