China apreende 1,3 tonelada de cocaína procedente da América do Sul

A mercadoria avaliada em US$ 158 milhões representa a maior apreensão deste tipo de droga na história do país

A China apreendeu 1,3 tonelada de cocaína, com um valor de mercado de 158 milhões de dólares, procedente de um país da América do Sul.

De acordo com as autoridades chinesas, esta é a maior apreensão deste tipo de droga na história do país.

A polícia de Shenzhen, província de Guangdong, anunciou a detenção de 10 suspeitos, a maioria deles de Hong Kong. As autoridades não mencionaram o país de procedência da droga.

A apreensão aconteceu após uma longa investigação iniciada em julho de 2017.

“Esta é a maior quantidade de cocaína apreendida no país”, afirmaram as autoridades.

A mercadoria está avaliada em um bilhão de yuanes (158 milhões de dólares).

As autoridades não informaram se a cocaína estava destinada ao mercado chinês ou a outro país.

A China registra um consumo de cocaína relativamente pequeno em comparação com outras drogas.

O país tem 2,5 milhões de usuários de drogas, segundo um relatório do governo divulgado em 2017. A grande maioria consome drogas sintéticas (60%) e opiáceas. Apenas 1,4% utiliza cocaína ou maconha.