Polícia alemã eleva para 7 as detenções ligadas a Paris

Outras duas detenções ocorreram perto da cidade de Aachen, no marco das investigações abertas após atentados de Paris

Berlim – A polícia alemã informou nesta terça-feira que fez mais duas detenções perto da cidade de Aachen no marco das investigações abertas após os atentados de sexta-feira em Paris, o que eleva a sete o número de presos.

Vários jornais alemães divulgaram as duas novas detenções depois que, em comunicado, a polícia de Aachen informou os primeiros resultados da operação aberta na região, fronteira com a Bélgica e a Holanda.

Conforme o texto, após receber “uma pista” sobre a possível presença de indivíduos “suspeitos” na região, homens das forças especiais detiveram esta manhã duas mulheres e um homem na cidade de Alsdorf, perto de Aachen.

Depois, outros dois homens foram presos temporariamente na cidade e algumas horas mais tarde se informou de outras duas novas detenções, ainda sem detalhes. As autoridades alemãs, por enquanto, não revelaram a identidade dos detidos.

De acordo com o os primeiros detalhes da operação divulgados pelo jornal “Aachener Zeitung”, que cita testemunhas, os três primeiros suspeitos foram detidos às 9h30 (horário local) quando abandonavam um carro na frente de uma agência de emprego em Alsdorf.

Vários policiais cercaram o veículo e obrigaram os ocupantes a descer.

Fontes ouvidas pelo “Der Spiegel” descartaram que o homem detido fosse Salah Abdeslam, que tem ordem de prisão internacional por envolvimento nos ataques na capital francesa.

As prisões aconteceram depois que a vendedora de um supermercado avisou à polícia que acreditava ter visto Salah entre essas três pessoas.