Plácido Domingo é escolhido novo embaixador da Unesco

Este é o segundo prêmio que o espanhol recebe em pouco mais de uma semana, após ser homenageado com o prestigioso anel de honra da Ópera de Viena

Paris – O tenor espanhol Plácido Domingo tornou-se nesta quarta-feira embaixador da boa vontade da Unesco por sua carreira ”excepcional” e por ”seu esforço em levar a música clássica a todo o mundo”, disse a diretora geral do órgão da ONU, Irina Bokova, durante a cerimônia.

”Embora passe o tempo, esse tipo de reconhecimento me emociona muito”, afirmou à Agência Efe o tenor, que confessou seu desejo de começar a colaborar o mais rápido possível com uma instituição ”que trabalha em tantas frentes”.

Este é o segundo prêmio que o espanhol recebe em pouco mais de uma semana, após ser homenageado com o prestigioso anel de honra da Ópera de Viena no último dia 14, e se une à sua interminável lista de honrarias.

A nomeação de Domingo como embaixador de boa vontade pretende reconhecer não só uma carreira artística ”excepcional”, explicou Bokova, mas também o apoio ”inestimável” que ele dá a jovens músicos de ópera por meio de iniciativas como o concurso Operalia.

”Meu sonho é que a música clássica seja ensinada em todas as escolas”, disse Domingo, que aos 71 anos continua envolvido em diversos projetos e se comprometeu a participar de todas as iniciativas que a Unesco lhe propuser para ser ”digno” de seu título de embaixador de boa vontade.