Pirâmide é descoberta sobre tumba de ministro no Egito

Na construção, localizada na região de Al Sheikh Qarna em Luxor, aparece gravada uma imagem do ministro Jay adorando Ra-Hor Ajti

Cairo – Uma equipe belga descobriu uma pequena pirâmide que acredita-se que seja o túmulo do ministro Jay, da época do faraó Ramsés II (1304-1237 a.C.), perto da cidade meridional de Luxor, informaram nesta quarta-feira as autoridades egípcias.

O ministro de Estado de Antiguidades egípcio, Mohammed Ibrahim, explicou em comunicado que a pirâmide é de pedra calcária e mede 15 metros de altura e 12 de largura.

Na construção, localizada na região de Al Sheikh Qarna em Luxor, aparece gravada uma imagem do ministro Jay adorando Ra-Hor Ajti, a união dos deuses do Sol e do céu.

As pirâmides de calcário costumavam ser construídas sobre os túmulos dos estadistas na era de Ramsés, durante a qual Jay foi ministro por 15 anos.

Espera-se que ao final das escavações na área, perto do templo de Ramsés II, se descubra a tumba do ministro, acrescentou Ibrahim.

Por sua vez, o responsável geral das antiguidades de Luxor, Mansur Burik, apontou que Jay supervisionou os trabalhadores que levantaram os túmulos reais no Vale dos Reis e das Rainhas, na margem oeste do rio Nilo.

O ministro de Ramsés II participava das festas da coroação do faraó e há duas estátuas dele expostas no Museu Egípcio do Cairo.

Burik destacou que a descoberta é “muito importante”, porque Jay é citado em um grande número de documentos egípcios antigos, mas os arqueólogos até agora não conheciam a localização de sua tumba.