Pior enchente na Sérvia e na Bósnia em 120 anos mata 5

Chuvas e enchentes também forçaram centenas de pessoas a deixarem as suas casas e isolou cidades inteiras

Sarajevo/Belgrado – As chuvas e enchentes mais intensas dos últimos 120 anos atingiram a Bósnia e a Sérvia, o que provocou a morte de cinco pessoas, forçou centenas de pessoas a deixarem as suas casas e isolou cidades inteiras.

As cinco vítimas, uma delas um bombeiro em missão de salvamento, se afogaram na Sérvia.

Os dois países decretaram estado de emergência, e a Igreja ortodoxa sérvia disse que irá fazer orações especiais em Belgrado para que a chuva pare.

“Este é o maior desastre de alagamento de todos os tempos. Não somente nos últimos 100 anos; isto nunca aconteceu na história da Sérvia”, afirmou o primeiro-ministro sérvio, Aleksandar Vucic, em uma entrevista coletiva à imprensa.

“Caiu mais chuva em um dia que em quatro meses”.

Na Bósnia, helicópteros do Exército retiraram dezenas de pessoas isoladas nos andares superiores das suas casas inundadas na cidade de Maglaj, no centro do país, onde o rio Bosna atingiu níveis recordes e destruiu a principal ponte.

Socorristas usaram barcos para chegar às vítimas ilhadas.

O governo bósnio ordenou que o Ministério da Defesa use tropas para ajudar milhares de civis cujos lares foram engolidos pelas águas, especialmente nas regiões central e sul.

“Esta é a pior chuva na Bósnia desde 1984, quando índices meteorológicos começaram a ser medidos”, afirmou Zeljko Majstorovic, um meteorologista de Sarajevo. Ele disse que a chuva, que começou na terça-feira, irá continuar até o fim desta semana.