Petrobras: não vai faltar gás, apesar de aumento da demanda

“O gás também está indo para a indústria. Nós estamos atendendo a todos contratos com as companhias distribuidoras de gás", disse o diretor

Rio de Janeiro – O diretor de Gás e Energia da Petrobras, José Alcides Santoro Martins, garantiu hoje (23) que não vai faltar gás para suprir a demanda da indústria e das companhias distribuidoras, apesar do aumento do fornecimento do combustível às usinas termelétricas.

“O gás também está indo para a indústria. Nós estamos atendendo a todos contratos com as companhias distribuidoras de gás. Nós estamos atendendo a todo o mercado, sem nenhuma exceção”, disse o diretor, durante o 15º Congresso Brasileiro de Energia, que começou hoje na Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan).

As condições climáticas do país, que reduziram os níveis dos reservatórios das hidrelétricas, fizeram com que o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) requisitasse o funcionamento das usinas termelétricas. Segundo Martins, as usinas servidas pelo gás da Petrobras estão gerando 7,6 mil megawatts atualmente, cerca de cinco vezes mais do que no mesmo período do ano passado.