Petrobras estuda aumento de até 15% na gasolina, diz jornal

Segundo a Folha de S. Paulo, a possibilidade de um aumento no combustível em 2013, que também se estende ao diesel, deverá ser sentido pelo consumidor

São Paulo – A Petrobras quer aumentar o preço do combustível em 2013. Segundo informações obtidas com assessores de Dilma Rousseff pelo jornal Folha de S. Paulo, a estatal estaria estudando um aumento de até 15% para a gasolina e o diesel.

De acordo com a reportagem, no momento a Petrobras avalia como realizar esse aumento – se viria de uma só vez já no começo do ano, em fevereiro, podendo variar entre 12% e 15%, ou se viria dividido em duas altas, a primeira em fevereiro e a outra no segundo semestre, em agosto.

Ao contrário dos últimos aumentos no preço do combustível, o reajuste no próximo ano deve ser sentido pelos consumidores, uma vez que a Cide, contribuição paga pelo setor, foi zerada para evitar repasses de aumentos anteriores, o mais recente ocorrido em junho, de 7,83% na gasolina.

Ainda segundo o jornal, a estatal teria descartado a possibilidade de aumentar o preço do combustível em 2014, por conta das eleições para a presidência.

Recordes de perdas

No Brasil, o preço da gasolina para o consumidor se mantém inalterado desde 2010 por pressão do governo. O problema é que, sem capacidade suficiente de refino para atender a demanda, a estatal precisou aumentar sua importação de gasolina em 65% no terceiro trimeste deste ano, conforme reportagem da Bloomberg. Segundo avaliação do Bank of America Corp, a menos que a empresa possa vender o combustível importado a preço de custo, a Petrobras pode ter perda de receita entre US$ 4 bilhões e US$ 6 bilhões em 2013.