Pessoas são detidas em protesto em Nova York

O protesto foi organizado após um adolescente ter sido morto por policiais

Nova York – Quarenta e seis pessoas foram detidas na quarta-feira à noite em Nova York durante incidentes em um protesto organizado dias depois de um adolescente ter sido morto por policiais, indicou a polícia nesta quinta-feira.

“Foram efetuadas 46 prisões por distúrbios”, informou à AFP uma porta-voz do Departamento de Polícia de Nova York (NYPD, em inglês), ao se referir aos incidentes registrados durante uma vigília em East Flatbush, um bairro popular do Broolkyn, no sudeste da cidade.

Dois policiais ficaram levemente feridos durante os distúrbios, que começaram quando jovens atacaram um veículo das forças de segurança, de acordo com o jornal New York Times.

Na noite de sábado, um adolescente de 16 anos identificado como Kimani Gray foi morto a tiros pela polícia depois de ter apontado um revólver para os oficiais.

O fato revoltou os moradores do bairro e desde segunda-feira jovens de East Flatbush organizaram vigílias noturnas para protestar pela ação da polícia de Nova York, muitas vezes questionada por suas violentas operações nas regiões mais difíceis da cidade.

A necropsia divulgada na quarta-feira indicou que Gray recebeu onze tiros, três deles pelas costas, aumentando a tensão que levou aos incidentes.

O bairro de East Flatbush viveu no ano passado uma situação parecida, com a morte de uma jovem de 23 anos por um detetive da divisão de narcóticos, quando tentava escapar da polícia em um carro roubado, segundo a versão oficial.