Pessoa mais velha do mundo morre aos 116 anos

A pessoa mais velha do mundo morreu pacificamente, em casa, com 116 anos

A pessoa mais velha do mundo morreu pacificamente, em casa, nos Estados Unidos, com 116 anos, noticiou a imprensa local nesta quinta-feira.

Jeralean Talley, que manteve o hobby de jogar boliche até os 104 anos, faleceu na quarta-feira em Inkster, perto de Detroit, informou o “Detroit Free Press”.

Amigos disseram ao jornal que a mulher rezava para não sofrer.

“Certamente, Deus atendeu às suas preces”, disse Michael Kinloch, amigo de longa data.

Profundamente religiosa, Talley nasceu no estado da Geórgia (sul dos EUA) no final do século XIX, em 23 de maio de 1899.

“Lembro dela como uma pessoa muito bonita e bondosa”, disse a filha, Thelma Holloway, de 77 anos, acrescentando que Talley ficou hospitalizada durante uma semana antes de ser levada para casa no sábado.

“Ela faleceu em paz”, disse Thelma.

Talley deixou a filha e três gerações de netos, acrescentou o jornal.

Seu marido por 52 anos, Alfred Talley, faleceu em 1988, quando ela tinha 95 anos.

O título de pessoa mais velha do mundo agora passou à mão de outra mulher, Susannah Mushatt Jones, nascida em 6 de julho de 1899.

Segundo o livro Guiness dos Recordes, a pessoa mais velha de todos os tempos foi Jeanne Louise Calment. Ela morreu em 1997, na França, país onde nasceu, aos 122 anos e 164 dias de vida.