Peregrinação à Meca entra na fase final

Milhares de fiéis iniciaram o ritual de apedrejamento de Satã, em Mina, o que marca o final do Hajj, a peregrinação à Meca

Minamata – Centenas de milhares de fiéis iniciaram nesta terça-feira o ritual de apedrejamento de Satã, em Mina, perto da cidade sagrada de Meca, no primeiro dia do Eid al-Adha, a festa muçulmana do sacrifício.

Este ritual marca o final do Hajj, a peregrinação à Meca, que este ano reuniu apenas 1,5 milhão de pessoas, contra 3,2 milhões em 2012.

Homens vestidos de branco e mulheres com uma túnica longa e véu na cabeça ocuparam o vale de Mina.

Os fiéis participaram do ritual, que consiste em lançar pedras contra as pilastras que representam Satã, uma cerimônia que pode durar até três dias.

Os peregrinos passaram a noite no vale de Muzdalifa, depois de um dia de oração na segunda-feira no Monte Arafat, considerado o momento mais importante do Hajj.

Este ano, a Arábia Saudita decidiu reduzir em 20% o número de peregrinos estrangeiros e em 50% o de peregrinos do próprio país. A decisão foi motivada pelos temores provocados pela doença do coronavírus MERS e pelas obras de ampliação dos locais sagrados.

As autoridades sauditas afirmam que nenhum caso de contaminação pelo vírus foi registrado entre os peregrinos.