Pena de homem que jogou espuma em Rupert Murdoch é reduzida

Jonathan May-Bowles terá que passar quatro semanas na cadeia pelo protesto

Londres – A condenação à prisão ditada pela Corte de Magistrados de Westminster, em Londres, contra o homem que jogou espuma de barbear em Rupert Murdoch no Parlamento britânico foi reduzida nesta sexta-feira de seis para quatro semanas.

Jonathan May-Bowles, um humorista de 26 anos, se declarou culpado na semana passada por agredir o magnata da comunicação, de 80 anos, quando este comparecia perante a comissão parlamentar de Cultura, Imprensa e Esportes para falar sobre o escândalo das escutas ilegais realizadas pelo tablóide “News of the World”.

No último dia 20 de julho, o agressor tentou jogar em Murdoch um prato de papel com espuma de barbear, mas a esposa do magnata, Wendi, impediu o ataque. Durante a audiência do caso, May-Bowles admitiu que cometeu assédio e causou alarme e alteração da ordem pública.

O comparecimento de Rupert Murdoch, presidente de News Corporation, e seu filho James perante o Parlamento teve que ser suspenso durante alguns minutos devido a este incidente.

Após se declarar culpado, o humorista recorreu às mesmas palavras usadas por Murdoch perante o Parlamento britânico: “Eu simplesmente gostaria dizer que este foi o dia em que me senti mais humilde em toda minha vida”.