Pelo menos 40 pessoas morreram em terremoto no Irã

O tremor chacoalhou prédios em locais tão distantes quanto Nova Délhi, na Índia, e cidades do Golfo Pérsico como Dubai e também no Bahrein

Teerã – A televisão estatal do Irã informou que pelo menos 40 pessoas morreram após um terremoto de magnitude 7,8 ocorrido em território iraniano, nas proximidades da fronteira com o Paquistão.

O tremor chacoalhou prédios em locais tão distantes quanto Nova Délhi, na Índia, e cidades do Golfo Pérsico como Dubai e também no Bahrein. Não havia informações sobre vítimas nesses locais.

O terremoto aconteceu menos de uma semana depois de um sismo de magnitude 6,1 ter sido registrado nas proximidades de Bushehr, na costa do Golfo do Irã, matando pelo menos 37 pessoas e aumentando os pedidos internacionais por maiores inspeções internacionais de segurança no país, que está sob sanções por causa de seu programa nuclear.

O centro de sismologia do Irã informou que o epicentro tremor de 7,5 foi localizado perto de Saravan, uma área pouco povoada que fica a cerca de 48 quilômetros a fronteira com o Paquistão. O Centro de Pesquisa Geológica dos Estados Unidos (USGS, pela sigla em inglês), por sua vez, informou que o terremoto foi de magnitude 7,8 e aconteceu a uma profundidade de 15,2 quilômetros.

O tremor foi sentido numa área ampla que vai de Nova Délhi a cidades do Golfo Pérsico, onde estão alguns dos prédios mais altos do mundo, dentre eles o Burj Khalifa, em Dubai, com 828 metros, o mais alto de todos. Autoridades ordenaram a retirada temporária das pessoas de alguns desses edifícios como medida de precaução.

Canais de televisão paquistaneses mostraram prédios chacoalhando na cidade de Karachi, sul do país, onde pessoas em pânico saíram correndo de escritórios e casas.

Em 2003, cerca de 26 mil pessoas morreram quando um terremoto de magnitude 6,6 destruiu a cidade histórica de Bam, no sudeste do Irã. As informações são da Associated Press.