Passagem do ciclone Gaja mata 11 pessoas na Índia

Mais de 80 mil já foram deslocadas por conta dos impactos do ciclone Gaja na Índia

Nova Délhi – Pelo menos 11 pessoas morreram nesta sexta-feira após a passagem do ciclone Gaja, que tocou terra nesta madrugada no sul da Índia, e causou também graves danos materiais e obrigou dezenas de milhares de pessoas a saírem de suas casas.

O Gaja causou a morte de 11 pessoas em sua passagem pelo estado de Tamil Nadu, informou em sua conta do Twitter o partido governante da região, o AIADMK, em mensagem atribuída ao chefe de Governo, Edappadi K. Palaniswami.

“Foram reportados danos à nossa infraestrutura (…) O ciclone fez cair postes da luz e árvores, embarcações dos pescadores e casas foram danificados”, disse à Agência Efe o secretário da Autoridade de Gestão de Desastres de Tamil Nadu, Satya Gopal.

A fonte disse que 81.948 pessoas de 22.849 famílias foram evacuadas por causa da chegada do ciclone.

O Gaja se debilitou de tempestade ciclônica severa para tempestade ciclônica nesta madrugada e se espera que nas próximas horas se enfraqueça ainda mais enquanto se move para o oeste, informou o Departamento Meteorológico da Índia na sua conta do Twitter.

O ministro de Interior indiano, Rajnath Singh, garantiu a Palaniswami “toda” a ajuda possível por parte do Governo central, escreveu ele mesmo na sua conta da mesma rede social.

O litiral indiano costuma sofrer a passagem de ciclones, o último deles há um mês, quando oito pessoas morreram devido ao ciclone Titli, qualificado de “muito severo”.

Em dezembro do ano passado, o ciclone Ochkhi causou cerca de 80 mortes no sul da Índia.