Parlamento da UE convidará Snowden para videoconferência

O depoimento do ex-agente será dado à comissão Libe

Bruxelas – A Comissão de Liberdades Civis (Libe) do Parlamento Europeu decidiu nesta quinta-feira (9) convidar o ex-agente norte-americano Edward Snowden para uma videoconferência sobre as práticas de espionagem da Agência de Segurança Nacional (NSA).

O depoimento de Snowden fará parte de uma investigação conduzida pela própria Libe sobre o escândalo das interceptações telefônicas realizadas pela NSA contra cidadãos e líderes políticos.

O convite foi aprovado por 36 votos a 2, com apenas uma abstenção.

Mostraram-se contrários à videoconferência os representantes conservadores britânicos, que alegam que Snowden colocou “várias vidas em perigo” e “convidá-lo para uma videoconferência é uma atitude altamente irresponsável”.

O norte-americano já deveria ter participado de uma videoconferência no último dia 19 de dezembro, ocasião em que responderia a duas perguntas de cada líder da comissão.

,A modalidade do depoimento, porém, foi contestada e, portanto, o encontro virtual foi adiado.

No ano passado, Snowden denunciou um esquema de espionagem praticado pelas autoridades norte-americanas contra dezenas de países. Tiveram suas comunicações interceptadas vários chefes de Estado e de Governo, além de empresas e civis.