Paris construirá acampamento humanitário para refugiados

O centro respeitará as condições determinadas pelo Acnur, o que significa alojamentos que podem ser instalados rapidamente, mas contém o conforto necessário

Paris – A prefeita de Paris, Anne Hidalgo, anunciou nesta terça-feira a construção de um acampamento humanitário para receber refugiados na capital francesa, adaptado às normas da ONU, com o qual tentará enfrentar a atual crise migratória.

“É hora de passarmos para uma velocidade superior e fornecer respostas”, indicou a prefeita em entrevista coletiva, na qual antecipou que está examinado de forma poderá inaugurar o local o mais rápido possível, apesar da previsão de que ele somente entrará em operação dentro de 60 dias.

O centro respeitará as “condições regulamentares” determinadas pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur), o que significa alojamentos modulares “que podem ser instalados rapidamente, mas contém todo o conforto necessário”, disse Hidalgo.

Paris terá como inspiração o acampamento de Grande-Synthe, construído em março pela organização Médicos Sem Fronteiras (MSF) nos arredores da cidade de Dukerque, junto à fronteira com a Bélgica, para substituir um centro insalubre que abriga cerca de mil iraquianos, iranianos, turcos e sírios.

Os responsáveis pelo acampamento de Grande-Synthe e a França assinaram hoje uma parceria, na qual o governo do país fornecerá 3,9 milhões de euros para o financiamento da gestão do local. EFE