Paralisação gera cancelamentos e atrasos em voos na Alemanha

Praticamente todas as conexões das companhias aéreas alemãs Lufthansa, Air Berlim, Germanwings e Eurowings foram afetadas

Berlim – Por melhorias salarias, um sindicato alemão convocou paralisação do pessoal de terra de quase todas as companhias aéreas alemãs, provocando cancelamentos e atrasos nos principais aeroportodos do país.

Entre as primeiras horas da manhã até 11h (8h, de Brasília), praticamente não partiram voos dos aeroportos de Tegel e Schönefeld, ambos localizados em Berlim. Eram estimados para o período, cerca de 150 adiamentos.

Praticamente todas as conexões das companhias aéreas alemãs Lufthansa, Air Berlim, Germanwings e Eurowings se viram afetadas pela paralisação na capital. A estimativa é de 400 funcionários de braços cruzados em Tegel e outros 150 em Schönefeld.

Em Hamburgo, no norte do país, as paralisações começaram na madrugada, mas não há estimativa de funcionários que aderiram ao movimento. Em Stuttgart, cerca de 100% do pessoal de terra não está trabalhando, o que totalizaria 300 pessoas.

O sindicato Verdi, que convocou os atos, garante que várias rodadas de negociações já aconteceram, mas que o acordo estaria longe de acontecer, devido as negativas em dar aumentos salarias para os funcionários, além de melhoras nos horários de trabalho e possibilidade de ascensão profissional.