Paralisação leva EUA a adiar negociações comerciais com UE

Representante de Comércio telefonou para o comissário de comércio da UE para dizer que as autoridades dos EUA não irão a Bruxelas

Washington – Os Estados Unidos vão adiar as negociações para um histórico acordo de livre-comércio com a União Europeia por causa da paralisação parcial da administração federal do país, informou o governo do presidente Barack Obama nesta sexta-feira.

O representante de Comércio dos EUA, Michael Froman, telefonou para o comissário de comércio da UE, Karel De Gucht, para dizer que as autoridades dos EUA não irão a Bruxelas na semana que vem para as conversações por causa da paralisação, informou um comunicado do gabinete de Froman, setor conhecido como USTR.

Amplas áreas do governo federal dos EUA estão paralisadas desde terça-feira de manhã devido a um impasse no Congresso sobre os recursos para o novo ano fiscal.

“O USTR vai trabalhar com a Comissão (Europeia) para forjar um plano alternativo de trabalho que possa começar assim que a paralisação do governo dos EUA terminar”, disse a agência.

Os EUA e a UE iriam manter uma segunda rodada de negociações para acertar a parceria, que se tornará o maior acordo de livre-comércio do mundo.

EUA e UE já são os maiores parceiros comerciais do mundo, mas enfrentam elevado desemprego, especialmente na Europa.