Paraguaios organizam protesto contra prisão de líder

Eulálio López, presidente da Liga Nacional de Carperos, foi detido nesta quinta, no departamento de San Pedro (centro), quando circulava por uma estrada

Assunção – A Liga Nacional de Carperos (LNC), que aglutina os trabalhadores rurais sem-terra paraguaios, convocou nesta quinta-feira todas suas as organizações a se manifestarem contra a detenção de seu presidente, Eulalio López, que apoia Fernando Lugo, e pediu sua ”imediata” libertação.

López foi detido nesta quinta, no departamento de San Pedro (centro), quando circulava por uma estrada e tentou passar por um controle rotineiro de pessoas e veículos, e foi comprovado que sobre ele pesava uma ordem de prisão do ano de 2006 por ”perturbação da ordem pública e outros delitos”, disse à Agência Efe o comissário Hilario Lesme.

Com sua detenção ”começa a ser cumprida a promessa feita à nação por parte do ilegítimo governo de Federico Franco de desencadear uma onda de repressão e de terrorismo de Estado contra as organizações sociais e fundamentalmente contra os sem-terra”, disse a LNC em comunicado.

A entidade responsabilizou diretamente o presidente Franco pelas ”consequências desta escalada de violência que está acontecendo” no país.

Além disso, pediu ”a todas suas organizações de bases para se manifestarem maciçamente e resistir de forma pacífica ao ataque contra um dos direitos fundamentais de todo ser humano, o direito à terra”.

Por último, exigiu a libertação ”imediata” do detido e ”o cessar da perseguição às organizações sociais”.


Lesme acrescentou que o líder camponês está na delegacia de Santa Rosa de Aguaray e ”será transferido para a prisão de San Pedro hoje mesmo”.

López é um dos principais líderes dos ”carperos” paraguaios, chamados assim porque se abrigam em barracas (carpas) quando ocupam propriedades do país.

No último ano, foram frequentes as invasões de sem-terra a fazendas na região de Ñacunday, na fronteira com o Brasil, e López foi um dos principais interlocutores de Lugo e seu governo.