Paraguai garante segurança de fazendeiros brasileiros

Federico Franco, garantiu nesta terça-feira que protegerá os produtores agrícolas brasileiros na região de Alto Paraná

Assunción – O presidente do Paraguai, Federico Franco, garantiu nesta terça-feira que protegerá os produtores agrícolas brasileiros na região de Alto Paraná, ameaçados por invasões dos sem-terra paraguaios.

“Digam a seus parentes no Brasil que esta é uma terra estável, pacífica e progressista. Aqui podem trabalhar tranquilos”, afirmou o chefe de Estado durante a abertura de uma exposição agrícola.

“Podem dizer a seus familiares que venham para cá, façam investimentos, aqui há um governo de liberais e colorados, da Unace, da Pátria Querida (partidos representados no Congresso), de todo um povo paraguaio que deseja o desenvolvimento do país”, destacou Franco.

Os produtores brasileiros e seus descendentes no Paraguai, chamados de “brasiguaios”, estão estabelecidos no Alto Paraná há 40 anos, mas são ameaçados pelos “carperos”, sem-terra que invadem propriedades alegando que os colonos utilizam títulos falsificados.

“Somos o quarto exportador (mundial) de soja, o sexto de trigo, vamos recuperar o mercado da carne sem a aftosa. O crescimento do leste do Paraguai jamais seria uma realidade sem a presença dos colonos brasileiros”, destacou Franco.

Após a queda do presidente Fernando Lugo, em 22 de junho passado, mediante um processo de impeachment relâmpago, os sem-terra perderam força e caíram as invasões.

Segundo Franco, a presidência de Lugo “foram quatro anos de marginalização” dos produtores rurais.