Para Medvedev a próxima eleição russa não está definida

"Deixemos que o povo decida em quem votar. Vamos deixar que decida qual força política quer apoiar", disse o presidente russo

Moscou – O presidente russo, Dmitri Medvedev, negou nesta sexta-feira que as próximas eleições no país já estejam decididas, depois de deixar livre o caminho da presidência para seu mentor político, o atual primeiro-ministro Vladimir Putin.

“Como já estariam decididas de antemão?”, questionou o presidente em uma entrevista que será exibida pela televisão nesta sexta-feira e da qual as agências de notícias divulgaram alguns trechos.

“Deixemos que o povo decida em quem votar. Vamos deixar que decida qual força política quer apoiar”, completou.

Medvedev anunciou em 24 de setembro que não disputará um segundo mandato na eleição presidencial de março e pediu que Putin seja o candidato do governo.

O premier russo anunciou no sábado a intenção de disputar a presidência, que deve ganhar com facilidade, já que não existe uma verdadeira oposição no país. Putin é o homem forte da Rússia há 12 anos.

Segundo o roteiro, que permitiria a Putin ficar no poder até 2024, o atual chefe de Governo atribuiria a Medvedev o cargo de primeiro-ministro.

Como a lei não permite três mandatos consecutivos, Putin não disputou a eleição de 2008.