Paquistão prende 2º clérigo que queria linchar casal cristão

A polícia conseguiu salvar o casal encurralado pela multidão de muçulmanos que tentava linchá-lo na cidade de Makki, província de Punjab

A polícia paquistanesa prendeu nesta sexta-feira um clérigo acusado de incitar uma multidão a matar um casal cristão que teria supostamente cometido blasfêmia.

A polícia conseguiu salvar o casal encurralado pela multidão de muçulmanos que tentava linchá-lo na cidade de Makki, província de Punjab.

Outro clérigo foi preso logo após o incidente.

Os dois cristãos, muito pobres, usavam para dormir uma bandeira velha forrada com papéis com inscrições em árabe, que foram confundidos com versículos do Corão pelos habitantes.

Os cristãos, que representam dois por cento da população majoritariamente muçulmana do Paquistão, cada vez mais estão sendo alvo de agressões nos últimos anos.