Paquistão inicia construção de cerca na fronteira com Afeganistão

O objetivo da construção é impedir que grupos armados, como os talibãs ou a Al-Qaeda, atravessem livremente a fronteira entre os dois países

O Paquistão iniciou a construção de uma cerca na fronteira com o Afeganistão, como parte da luta contra os grupos extremistas presentes na região.

As Forças Armadas do Paquistão organizaram na quarta-feira uma visita para um grupo de jornalistas estrangeiros à fronteira, com o objetivo de apresentar os avanços desde março, quando foi anunciada a construção da cerca.

A cerca, de quase três metros de altura, termina com arame farpado. Até o momento, ocupa vários trechos dos 43 quilômetros das zonas tribais montanhosas do Waziristão do Norte e Waziristão do Sul.

O objetivo da construção é impedir que grupos armados, como os talibãs ou a Al-Qaeda, atravessem livremente a fronteira entre os dois países.

A construção da cerca representa uma “mudança histórica” em termos de controle da fronteira, afirmou uma fonte oficial em Angoor Adda, no Waziristão do Sul.

“Até dezembro de 2018 não restará uma polegada de fronteira internacional sem vigilância”, completou a fonte.

“Quando terminarmos, se Deus quiser, teremos uma certeza: ninguém poderá atravessar”, completou.

Além dos militares mobilizados nas colinas para vigiar o outro lado da fronteira, as Forças Armadas utilizam câmeras na área da cerca, que permanece iluminada durante a noite.

os dois países compartilham uma fronteira de 2.400 km conhecida como Durand, traçada pelos britânicos em 1896, uma delimitação contestada por Cabul. Afeganistão e Paquistão trocam acusações sobre santuários de insurgentes em seus territórios, locais onde seriam planejados atentados.

A população pashtun local tradicionalmente dava pouca importância à fronteira. Muitas localidades se desenvolveram de modo independente à linha, a tal ponto que algumas casas têm uma porta no Afeganistão e outra no Paquistão.

Os controles de fronteira eram praticamente inexistentes, até que o Paquistão decidiu reforçar a segurança recentemente.