Papa pede solidariedade com idosos e marginalizados

O papa publica a cada mês um vídeo sobre diversos assuntos que considera os principais desafios da humanidade

Cidade do Vaticano – O papa Francisco apelou nesta quinta-feira à solidariedade e à cultura do encontro para que as sociedades modernas acolham “os idosos, marginalizados e as pessoas solitárias”, em um vídeo publicado na internet.

“Nas cidades é frequente o abandono de idosos e doentes. Podemos ignorá-lo?”, pergunto o papa em sua língua materna, o espanhol, em um novo vídeo.

“Nossas cidades deveriam se caracterizar sobretudo pela solidariedade, que não consiste unicamente em dar ao necessitado, mas ser responsáveis uns pelos outros e gerar uma cultura do encontro”, acrescentou.

Nesta linha, Francisco pediu aos espectadores do vídeo que se unam a seu pedido “para que os idosos, marginalizados e as pessoas solitárias encontrem inclusive nas grandes cidades, oportunidades de encontro e solidariedade”.

O papa publica a cada mês um vídeo sobre diversos assuntos que considera os principais desafios da humanidade, uma iniciativa que inscreve-se dentro do Jubileu Extraordinário da Misericórdia, que termina em novembro.

Nas gravações, Francisco se dirige à câmera e, em espanhol, explica a intenção que deve guiar a oração dos católicos em relação a estes problemas.

Em anteriores ocasiões, o papa refletiu sobre assuntos como a proteção do meio ambiente, a igualdade com as mulheres, a exploração laboral e o diálogo inter-religioso para fomentar a paz.

Todas as gravações contêm legendas em dez idiomas e apresentam o papa lançando sua mensagem, mas também imagens que acompanham e ilustram suas palavras. 

Veja o vídeo