Papa Francisco recebe delegação da Juventus, campeã italiana

Após a visita, o pontífice destacou a importância do esporte como elemento de união

Cidade do Vaticano – O papa Francisco recebeu no Vaticano uma delegação da Juventus, campeã italiana, e, após ter sido presenteado com uma cópia do Scudetto e uma camisa da equipe com o número 1, destacou a importância do esporte como elemento de união.

De acordo com informações divulgadas nesta quarta-feira pelo periódico semioficial da Santa Sè, “L”Osservatore Romano”, a audiência aconteceu na tarde desta terça. Jogadores, membros da comissão técnica e dirigentes visitaram a residência Santa Marta, onde vive o líder religioso.

Fizeram parte da delegação o goleiro Gianluigi Buffon, capitão da Juve, o técnico Antonio Conte e o presidente do clube, Andrea Agnelli. O arqueiro presenteou o papa com a camisa “bianconera”, e o mandatário, com a cópia do troféu recebido após o título.

“Conversamos sobre o sentido da competição e o valor do trabalho em equipe que o esporte oferece”, disse Agnelli no final da audiência, segundo o jornal da Santa Sé.

Também participaram da visita o secretário de Estado do Vaticano, o cardeal Tarcisio Bertone, que assim como Francisco é fã de futebol; o Substituto da Secretaria de Estado (“número três” do Vaticano), o arcebispo Angelo Becciu, e o secretário particular do papa, Alfred Xuereb.

De acordo com a publicação, Buffon se mostrou surpreso com o elevado número de torcedores da “Velha Senhora” presentes no Vaticano.

Depois de visitar o papa, a delegação se reuniu com os “Amigos da Juventus da Santa Sé”, que conta com 300 pessoas, entre elas o diretor de “L”Osservatore Romano”, Giovanni Maria Vian.