Papa Francisco continuará a viajar com passaporte argentino

Tradicionalmente, os papas costumam usar em suas viagens os passaportes emitidos pelo Vaticano, deixando de lado os documentos de seus países de origem

Buenos Aires – O papa Francisco continuará viajando pelo mundo como cidadão argentino e já renovou o passaporte e a carteira de identidade de seu país natal, informou o Ministério argentino do Interior nesta segunda-feira.

Tradicionalmente, os papas costumam usar em suas viagens os passaportes emitidos pelo Vaticano, deixando de lado os documentos de seus países de origem.

“Sua Santidade se comunicou com (o embaixador argentino na Itália) Juan Pablo Cafiero e o informou de que queria continuar viajando pelo mundo com o passaporte argentino. Por isso, na sexta-feira, por meio do centro digital que temos funcionando em Roma, iniciou-se seu trâmite”, disse o ministro do Interior, Florencio Randazzo.

Em declarações reproduzidas pela página do governo na Internet, Randazzo declarou que, “nos próximos dias, ele irá recebê-los (o passaporte e a identidade) na Casa Santa Marta (Domus Sanctae Marthae), no Vaticano, onde declarou residência”.

O ministro declarou que “esse novo gesto do Papa nos enche de orgulho”, já que escolheu renovar seu passaporte “para viajar pelo mundo em sua tarefa de máximo representante da Igreja Católica com um documento de viagem como o de qualquer cidadão argentino”.

“Francisco pediu expressamente para não gozar de qualquer privilégio, motivo pelo qual sua nova identidade e passaporte seguiram as vias administrativas normais”, comentou Randazzo.

“Seguiu um trâmite como o que é feito por todos os argentinos. Foi tirada sua foto digital, sua impressão digital e sua assinatura em uns 15 minutos”, acrescentou o ministro.

Expedido em 14 de fevereiro de 2014 e válido até 2024, o passaporte está em nome de Jorge Mario Bergoglio, de nacionalidade argentina, nascido em 17 de dezembro de 1937. No retrato 3×4, o Papa aparece com a indumentária do cargo: de bata branca e solidéu.