Papa Francisco beatifica 124 mártires sul-coreanos

A cerimônia foi realizada diante do Portão de Gwanghwamun, na principal praça de Seul, e foi acompanhada por uma multidão de cerca de 800 mil pessoas

Eumseong- O papa Francisco conduziu neste sábado uma cerimônia de beatificação de 124 mártires católicos sul-coreanos, no terceiro dia de sua viagem à Coreia do Sul.

A cerimônia foi realizada diante do Portão de Gwanghwamun, na principal praça de Seul, e foi acompanhada por uma multidão de cerca de 800 mil pessoas, segundo estimativa dos organizadores do evento. No local, vários mártires do país foram torturados e executados durante os séculos 18 e 19.

O pontífice, de 77 anos, tem sido recebido de forma calorosa desde que chegou a Seul, na quinta-feira, para sua primeira viagem à Ásia.

O papa ficará na Coreia do Sul até segunda-feira. Antes de partir para Roma, ele celebrará duas missas, uma para encerrar as comemorações pelo Dia da Juventude na Ásia e outra pela paz e reconciliação da dividida península coreana.