Papa diz que divórcio se tornou “moda” e pediu união das famílias

De acordo com o papa, o divórcio destrói as famílias e ressaltou que a instituição familiar não pode perder seu valor na sociedade

Cidade do Vaticano – O papa Francisco afirmou nesta quarta-feira que o divórcio se transformou “em uma moda” quando o ideal para as famílias é a “unidade”, durante a Audiência Geral realizada na Praça São Pedro.

“É uma moda, também nas revistas lemos que este se divorciou…, mas, por favor, isto é algo feio. Eu respeito tudo, mas o ideal não é o divórcio, a separação, a destruição da família. O ideal da família é a unidade”, afirmou.

Francisco dedicou hoje a audiência a lembrar a viagem que fez à Irlanda neste fim de semana para participar do Encontro Mundial das Famílias.

“As dificuldades e problemas que as famílias atravessam não podem minar a importância da instituição familiar para a sociedade, para a humanidade ou pôr em discussão a necessidade humana fundamental do amor durável”, ressaltou.

Também destacou que “o amor vivido no casamento é um dom de Deus, que deve ser cultivado a cada dia com o diálogo, com o tempo que passam juntos, com a ternura”.

O papa também apontou a importância da “comunicação entre as gerações e o papel dos avôs em consolidar os laços familiares e na transmissão da fé”.