Papa denuncia ‘praga do feminicídio’ na América Latina

Pontífice afirmou que crime consiste em uma praga junto ao tráfico de drogas e à exploração sexual de menores no continente

O Papa Francisco denunciou nesta quinta-feira (24) no Panamá a “praga do feminicídio” que atinge a América Latina.

Ao enumerar, diante dos bispos da América Central, os problemas que inquietam os jovens, Francisco denunciou que estes crimes constituem uma “praga que o nosso continente vive”, junto à ação de “gangues armadas e criminosas, ao tráfico de drogas, à exploração sexual de menores e não tão menores”.