Papa anda de Dacia Logan em visita à Armênia

Sem ostentar, pontífice costuma escolher veículos mais simples em seus deslocamentos

Ao contrário da maioria das autoridades, o Papa Francisco é conhecido por seu desapego aos bens materiais, especialmente quando se trata de carros.

O pontífice já orientou os padres a adquirirem carros mais simples em vez de modelos sofisticados e costuma escolher carros simples para seus deslocamentos em todas as partes do mundo. Nos Estados Unidos, o Papa circulou de Fiat 500 L (que acabou sendo leiloado posteriormente por US$ 82 mil) e no Brasil a escolha recaiu sobre outro modelo da Fiat, no caso uma Idea – devidamente guardada pela montadora em seu acervo de raridades.

Durante uma visita de dois dias à Armênia, Francisco novamente mostrou seus valores escolhendo um Dacia Logan como seu veículo oficial.

Assim como nos outros países em que visitou, o Papa dispensou qualquer tipo de proteção especial, fora a presença de vários seguranças. Mesmo assim, o pontífice fez questão de interagir com a multidão que o esperava nas ruas armênias.

Veja abaixo um registro da visita do Papa à Armênia: