Palestinos querem US$ 4 bilhões para reconstruir Gaza

Mahmoud Abbas vai pedir que países doem US$ 4 bilhões para a reconstrução da Faixa de Gaza, após o conflito recente entre Israel e Hams

Cidade de Gaza – O presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, vai pedir que países doem US$ 4 bilhões para a reconstrução da Faixa de Gaza, após o conflito recente entre Israel e Hamas que destruiu dezenas de milhares de lares e mais de cinco mil lojas.

Segundo o relatório obtido pela agência de notícias Associated Press, o governo palestino vai pedir US$ 4 bilhões em fundos de ajuda emergencial de reconstrução. Ele também vai pedir a doadores um adicional de US$ 4,5 bilhões em ajuda para o orçamento nacional até 2017.

O documento pediu mais de US$ 1,1 bilhão para reconstruir 20.000 casas e apartamentos destruídos e para reformar mais de 40.000 casas danificadas.

Seria necessário cerca de US$ 600 milhões para recuperar mais de 5.000 lojas e fábricas afetadas. O relatório será apresentado por Abbas em uma conferência no Cairo, em 12 de outubro.

O chefe do Exército de Israel afirmou que seria do interesse de segurança de Israel permitir que materiais de construção entrem na área bloqueada da Faixa de Gaza.

Qualquer plano de reconstrução precisa da permissão de Israel de permitir importação de grandes quantidades de cimento, aço e outros materiais de construção.

De acordo com um acordo recente entre Israel, a Autoridade Palestina e os EUA, Israel permitiria essas importações, desde que inspetores palestinos e da Organização das Nações Unidas (ONU) certificassem que não serão usados pelo Hamas para fins militares.

O conflito entre Israel e Hamas terminou no fim de agosto e deixou mais de 2.100 palestinos mortos, sendo três quartos civis, de acordo com a ONU. Israel perdeu 66 solados e seis civis.