Palestinos podem apresentar pedido rejeitado na ONU de novo

"O objetivo é pôr fim à ocupação e instaurar um Estado palestino com as fronteiras de 1967 e Jerusalém Oriental como capital", disse Nabil Abu Rudeina

Autoridades palestinas estudam a possibilidade de apresentar novamente à ONU o projeto de resolução rejeitado na última terça-feira, que pedia o fim da ocupação israelense, informou nesta sexta-feira um porta-voz.

“O objetivo é pôr fim à ocupação e instaurar um Estado palestino com as fronteiras de 1967 e Jerusalém Oriental como capital”, disse Nabil Abu Rudeina, porta-voz da presidência palestina.

Embora não tenha indicado uma data, o porta-voz disse que o texto será “apresentado em breve” ao Conselho de Segurança.

Os Estados Unidos já advertiram que usarão seu direito a veto para impedir a aprovação do texto, que consideram “contraproducente”.

Em 1º de janeiro, a composição do Conselho de Segurança mudou, com a entrada de cinco novos membros não permanentes: Angola, Nova Zelândia, Espanha, Malásia e Venezuela. Os dois últimos são considerados favoráveis à causa palestina.