Palestinos pedirão adesão à ONU no dia 29

Se concedido, o status poderá dar maior peso às reivindicações da ANP por um Estado palestino em Jerusalém Oriental, Cisjordânia e Faixa de Gaza

Ramallah – A agência oficial de notícias da Autoridade Nacional Palestina (ANP), a Wafa, informou na noite desta segunda-feira que o presidente palestino Mahmoud Abbas pedirá o status de Estado não membro observador na Organização das Nações Unidas (ONU) no dia 29 deste mês. Se concedido, o status poderá dar maior peso às reivindicações da ANP por um Estado palestino em Jerusalém Oriental, Cisjordânia e Faixa de Gaza.

Os palestinos esperam também usar o possível novo status para aderir a corpos jurídicos da ONU, como o Tribunal Penal Internacional (TPI) e a Corte Internacional de Justiça (CIJ). Israel e os Estados Unidos são contra a adesão palestina, ao dizerem que a ANP precisa negociar a independência palestina e não tomar medidas unilaterais. No domingo, o presidente dos EUA, Barack Obama, telefonou para Abbas e tentou convencê-lo a não fazer o pedido de adesão.

As informações são da Associated Press.