Palestinos formarão governo de união nas próximas semanas

Organização para a Libertação da Palestina e o movimento islamita Hamas anunciaram formação de um governo palestino de união nacional

Gaza – A Organização para a Libertação da Palestina (OLP), do presidente Mahmud Abbas, e o movimento islamita Hamas, que governa Gaza, anunciaram nesta quarta-feira a formação de um governo palestino de união nacional nas próximas semanas, apesar das advertências de Israel.

“Foi concluído um acordo sobre a formação de um governo independente dirigido pelo presidente Mahmud Abbas nas próximas cinco semanas”, indicaram as duas organizações em um comunicado.

O anúncio de uma reconciliação provocou cenas de alegria nas ruas de Gaza, comprovou a AFP.

No entanto, em resposta à notícia a força aérea israelense bombardeou o norte da Faixa de Gaza, indicou o Hamas.

Seis civis palestinos ficaram feridos, um deles em estado grave, neste bombardeio.

O Fatah, principal partido da OLP, e o Hamas assinaram um acordo de reconciliação para terminar com a divisão entre Cisjordânia e Gaza em 2011, mas a maioria das cláusulas nunca foram aplicadas.

O Hamas se opõe categoricamente às atuais negociações da Autoridade Palestina com Israel.

No entanto, estas negociações estão completamente bloqueadas desde que Israel se negou a libertar, no dia 29 de março, segundo o previsto, um último contingente de prisioneiros palestinos e exigiu uma prolongação das negociações de paz para além de 29 de abril, a data limite decidida inicialmente.