Países afetados por ebola se reúnem com autoridades nos EUA

Países que estão lutando contra o surto precisam de centros de tratamento adicionais, mais equipamentos de proteção e dinheiro para pagar profissionais de saúde

Washington – Representantes das três nações africanas mais afetadas pelo ebola vão se encontrar, na manhã desta quinta-feira, com líderes da Organização das Nações Unidas (ONU), Fundo Monetário Internacional (FMI) e Banco Mundial para discutir que tipo de ajuda é necessária para combater a epidemia.

Na reunião em Washington, Alpha Condé, da Guiné, Ellen Johnson Sirleaf, da Libéria, e Ernest Bai Koroma, da Serra Leoa, vão conversar com o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, com a diretora gerente do FMI, Christine Lagarde, e o presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim.

Os países que estão lutando contra o surto da doença, que já matou 3.800 pessoas, precisam de centros de tratamento adicionais, mais equipamentos de proteção e dinheiro para pagar profissionais de saúde.

Além disso, as nações afetadas pelo ebola necessitam de ajuda financeira para se recuperar da crise econômica causada pela epidemia.

Fonte: Associated Press.