Pais reclamam de companhia aérea que não deu notícias sobre crianças

Menores de 7 e 9 anos tiveram voo desviado e foram colocados em quartos diferentes de hotel. Situação só foi informada através de um telefonema dos filhos

Duas crianças desacompanhadas estavam viajando pela Frontier Airlines quando o voo precisou ser desviado para outra cidade. Carter Gray, de 9 anos, e Etta, de 7, viajavam de Des Moines (Iowa) para Orlando (Flórida) mas, por conta do mau tempo, o avião pousou em Atlanta (Geórgia). Os irmãos foram colocados em quartos separados de hotel e tiveram de passar a noite com outras crianças. As informações são do programa de televisão Today.

Os pais de Carter e Etta procuraram as autoridades para reclamar do protocolo para crianças desacompanhadas da empresa. Eles afirmam que ficaram sabendo da situação por meio do filho, que pegou um celular emprestado de outra criança, e em nenhum momento a companhia aérea entrou em contato.

Um representante da Frontier Airlines afirmou à People que “a segurança de nossos passageiros é de alta prioridade e o bem-estar de menores desacompanhados não é uma exceção. Seguindo a política da Frontier, as crianças foram atendidas em todos os momentos por um supervisor da Frontier, colocadas em um quarto de hotel durante a noite e fornecidas com comida”.

Nos Estados Unidos, não há leis federais a respeito de menores viajando desacompanhados. No caso, cada companhia aérea estabelece seu próprio protocolo.