Os países que reconhecem a Palestina como Estado

Neste mês, o Vaticano se tornou parte de um grupo de mais de 100 países que reconhecem o Estado da Palestina. Veja aqui quais são os outros

São Paulo – Neste mês, o Vaticano anunciou reconhecer a Palestina como país. Embora seja este um passo significativo nas relações diplomáticas da Palestina com o mundo, o ato da Santa Sé não é exatamente uma surpresa.

Em 2012, a Organização das Nações Unidas (ONU) concedeu para a Palestina a condição de “Estado observador não-membro” em resolução apoiada pelo menor país do mundo. Pouco tempo depois, lembrou um porta-voz do Vaticano,  foi emitido um comunicado o qual se referiu ao Estado Palestino como “Estado”. O reconhecimento oficial diplomático, contudo, veio apenas no último dia 13. 

Agora, o Vaticano é parte de um grupo de mais de 100 países que admitem a existência da Palestina enquanto país. Na Europa, lugares como Islândia e Suécia tomaram esta atitude em 2011 e 2014, respectivamente. O Brasil, por sua vez, fez o seu anúncio também em 2011, assim como o Chile e o Uruguai.

E quais outros países reconhecem o Estado da Palestina? 

Para responder esta pergunta, EXAME.com preparou um infográfico que mostra quais são eles e que foi compilado com base em informações oferecidas pela missão diplomática do país na ONU. Confira abaixo.