Oposição vai ajudar governo de Portugal a obter resgate

Auxílio terá que ser acompanhado por medidas de austeridade econômica para a recuperação do país

Lisboa – O Partido Social Democrata (PSD), maior partido de oposição de Portugal, vai ajudar o governo a conseguir ajuda financeira externa, sendo necessárias mais medidas de austeridade, disse o presidente do PSD, Pedro Passos Coelho.

“Consciente da gravidade desta situação, o PSD não deixará de apresentar toda a assistência que puder para que o quadro de ajuda que vier a ser definido possa ser cumprido para o futuro e possa resultar em juros mais baixos a suportar pelo país”, disse ele, após uma reunião com o primeiro-ministro demissionário, José Sócrates.

“O PSD está interessado em poupar o país a uma situação em que não houvesse acordo quanto ao resultado da ajuda a obter. Portugal precisa dessa ajuda”, acrescentou.

O primeiro-ministro reúne-se hoje com os partidos políticos para discutir o processo de negociação do pedido de ajuda financeira de Portugal, que deverá resultar em mais austeridade.