Oposição síria espera que conflito seja prioridade de Obama

Segundo líder opositor, o presidente americano reeleito deveria ajudar os sírios a elegerem seu novo presidente, assim como fez o povo americano

Doha – O Conselho Nacional Sírio (CNS), principal coalizão da oposição, manifestou a esperança de que o presidente americano Barack Obama, reeleito nesta quarta-feira, coloque a Síria entre suas prioridades para alcançar uma queda rápida do regime do presidente Bashar al-Assad.

“Esperamos que o presidente Obama coloque a Síria entre as prioridades de sua política externa, para colocar fim à crise e realizar as aspirações do povo sírio de eleger seu governo e seu presidente, assim como fez o povo americano”, declarou à AFP Radwan Ziadeh, diretor de relações internacionais do CNS.

O presidente do CNS, Abdel Basset Seyda, expressou esperança de que, com a reeleição de Obama, a administração americana trate a crise síria “com seriedade e responsabilidade para poder deter as mortes e as destruições”.

O Conselho Nacional Sírio encontra-se reunido desde domingo em Doha para renovar seus dirigentes.

Após a reunião, deve ser realizado na quinta-feira um encontro ampliado a outras forças da oposição, com base em uma proposta do dirigente Ryad Seif apoiada pelos Estados Unidos.